MEDIR PARA MUDAR - INDICADORES DE SEGURANÇA DO DOENTE

Medir para Mudar - Indicadores de Segurança do Doente
2022-01-24 Em confirmação
Medir.png

Descrição

DATA

24, 26, 27 e 28 de janeiro 2022


DURAÇÃO

14 horas


LOCAL

Região Alentejo. Formação à Distância  (sessão síncrona, plataforma Zoom) 


HORÁRIO

18h00 às 21h30


FORMADOR


Hugo Monteiro

  • Doutorando em Health Data Science, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

  • Mestre em Saúde Pública, ENSP-UNL

  • Pós-Graduado em Executive Masters de Gestão em Saúde, Católica Porto Business School

  • Pós-Graduação em Medicina das Viagens e Populações Móveis, FM, UP

  • Médico de Saúde Pública, Departamento de Estudos e Planeamento e Departamento de Saúde Pública – ARS Norte


OBJETIVOS

  • Elaborar e aplicar indicadores para a segurança do doente

  • Definir o processo de medição e avaliação dos indicadores


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

  • Introdução: Conceito de indicador; Características de um bom indicador

  • Papel dos indicadores na Segurança do Doente: o que medir; como medir

  • Construção de um indicador para a Segurança do Doente

  • Processo de medição e avaliação (auditoria)

  • Implicações da utilização dos indicadores na prática

  • Casos práticos: Elaboração e aplicação de indicadores para a segurança do doente através da utilização das ferramentas atualmente em uso no SNS (por ex. Office 365, MS Teams, MS Power BI Service)


REQUISITOS OBRIGATÓRIOS

  • Ter vínculo a uma organização de saúde, pública ou privada, independentemente da região onde esta se situa;

  • Ter a morada de residência na Região Alentejo.


INSCRIÇÃO

A inscrição é gratuita e efetuada através do formulário em anexo. O formulário de inscrição deverá ser devidamente preenchido e enviado para geral@apdh.pt


PÚBLICO-ALVO

Médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e terapêutica, técnicos superiores, gestores, assistentes técnicos e operacionais, outros técnicos/profissionais de saúde.


FORMANDOS

O número de formandos por curso é de 15, podendo eventualmente ser alargado para um máximo de 20.