Pesar pelo falecimento do Senhor Dr. Henrique de Medina Carreira (1931-2017)

Foto propriedade do CM

A morte chega cedo,

Pois breve é toda vida

O instante é o arremedo

De uma coisa perdida.

 

O amor foi começado,

O ideal não acabou,

E quem tenha alcançado

Não sabe o que alcançou.

 

E a tudo isto a morte

Risca por não estar certo

No caderno da sorte

Que Deus deixou aberto.

11-9-1933

Poesias. Fernando Pessoa. Lisboa: Ática, 1942

A Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH) exprime o seu enorme pesar pelo falecimento do Senhor Dr. Henrique de Medina Carreira  (1931-2017), licenciado em direito, advogado, consultor de em empresas, especialista em fiscalidade e tributação, professor universitário convidado, designadamente do Instituto Superior de Gestão e  do ISCTE - Instituo Universitário de Lisboa.

Destacada personalidade da sociedade portuguesa, foi em 1974 nomeado administrador, por parte do Estado, do Banco Internacional Portugal, entre outubro de 1975 a julho de 1976 foi subscretário do Orçamento no executivo provisório de Pinheiro de Azevedo e entre julho de 1976 e janeiro de 1978 assumiu a pasta como ministro das Finanças, em governos presididos por Mário Soares. 

Foi ainda membro do Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais, membro do Conselho Fiscal da Fundação Oriente, vice-presidente do Conselho Nacional do Plano, vogal do Conselho de Administração da Expo'98, presidente da Comissão de Reforma de Tributação do Património (nomeado por António Sousa Franco), presidente da Direção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores e vogal eleito do Conselho Superior da Companhia de Seguros Sagres.

Um estudioso persistente e um cidadão exemplar na intervenção pública, com marcante humanismo, pronunciada opinião e valiosa reflexão, o Senhor Dr. Henrique Medina Carreira evidenciou-se como grande crítico das finanças públicas portuguesas e outras áreas como a educação e a justiça, tendo participado em inúmeros debates e programas televisivos.

Apresentamos à família as nossas mais sentidas condolências.

A Direção da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar


O velório realiza-se dia 4 de julho de 2017 na Igreja de S. Sebastião da Pedreira a partir das 17h e o funeral será amanhã pelas 10h no Cemitério dos Prazeres.